|ONDE É | Algarve, costa Oeste

| O QUE É | Zona de Praia

| QUANDO IR | Verão, Primavera e início do Outono.

| O QUE FAZER | Praia, desportos aquáticos e atividades de outdoor.

| ONDE FICAR | Cercas Velhas (casas); Nook (Hostel); Memmo Baleeira (Hotel 4 Estrelas); Martinhal Family Resort (Hotel 5 Estrelas)

“A ponta Sul desta península, a que chamam “Fim do Mundo”, é, também, o início do novelo que desenrola a história por onde se descobriu um país, e depois, o Mundo.”

           

            Sexta-feira, toca a campainha de saída e já estamos sentadas no carro com os cintos apertados e as mochilas enfiadas no lugar dos pés, prontas para rumar a Sagres. O fim do mundo, diziam noutros tempos, mas para nós, uma mera viagem de 2h30 pela autoestrada, uma playlist a rolar até ao fim, e infinitas paisagens para estender o olhar. Coisa que fazemos e com todo o gosto.

            O Gang não faz dos trajetos empecilhos, se o destino for digno da causa, o que, temos constatado, acontece na grande parte das vezes. Até o canto mais recatado por debaixo de uma qualquer pedra, mostra vestígios de mundo num pedaço de terra.

            A ponta Sul desta península, a que chamam “Fim do Mundo”, é, também, o início do novelo que desenrola a história de um país, e depois, do Mundo. Seja cais de chegada, ou de partida, é sempre bom porto onde regressar.

            Sagres foi, é, e sempre será, o “nosso” cantinho especial. Não fosse o vento a soprá-los fora dali, e estava ainda mais atolada de toalhas a cobrir o areal, e coletivos de turistas agrupados a ocupar as esplanadas.

          O tempo acorda maldisposto, mas normalmente, não demora a rasgar um primeiro sorriso soalheiro, para manter o bom humor até à lua raiar. É uma vila com o sol a pique e o mar adiante. Gentes de todas as espécies, exploram o terreno. Em terra, fazem-no montados em caravanas concorrentes de autocarros, ou passo a passo, como lhes permite o pé descalço. Já no mar, é com a prancha que trazem no tejadilho, ou carregada debaixo do braço, que navegam ao sabor das ondas, porque marés que descem voltam a subir.

This slideshow requires JavaScript.

          Durante os dias que aqui passámos fez sol, fez chuva, e nós fizemos a festa. Acordámos e adormecemos sem horas para isso, comemos o que quisemos, passeamos às voltas até não sobrar banda desconhecida, rimos até nos doer a barriga sem limites a palhaçada. É o que dá, quando se junta numa casa duas crianças e duas… crianças, disfarçadas no corpo de meninas crescidas.

          Vitória, vitória, e, no domingo, acabou-se a história. Mas a lenda há de perdurar, contando aos que não se fartam de ouvir as muitas versões mitigadas de como quatro miúdas esticaram as pernas ao fim de semana: refastelando o esqueleto na areia morna, emergindo a pele em toda a superfície permitida para banhos; regalando o palato até só sobrar a espinha ao peixe; apurando o olfato nos ares salgados com travo a pinheiro; surpreendendo a visão na extensão do nunca antes visto.

This slideshow requires JavaScript.

| OBRIGATÓRIO PÔR O PÉ |

Praias |

  •  Em Sagres: Baleeira, Martinhal, Mareta, Tonel, Beliche, Telheiro.
  •  Nas Redondezas: Ponta Ruiva, Castelejo, Cordoama, Murração, Amado, Barranco, Ingrina, Zavial.

Afazeres |

  •  Surf e SUP (Freeride Surf School – Junto à entrada do Hotel);
  •  Windsurf (Wid4All);
  •  Kayak (Sea Kayaking Sagres);
  •  Mergulho e excursões para ver golfinhos (Marilimitado);
  •  Passeios de bicicleta (Pura Vida);
  • Caminhadas (Atalaia Walking e WalkinSagres);
  •  Tours de jipe pela costa (Sagres Discovery);

Comes | 

  •  Mum’s, Three Little Birds e Laundry Loundge (cozinha contemporânea, vegetariana e brunch);
  •  A Sagres e A Casinha (cozinha tradicional);
  •  Retiro do Pescador, A Sereia, A Tasca, Carlos e Mar À Vista (Peixe);
  •  Alice Gelataria (gelados artesanais);
  •  Restaurante da Praia do Zavial

Bebes |

  •  Bares da Rua do Comandante Matoso (“Dromedário”, “Água Salgada”, “Pau de Pita”);
  •  Chiringuito (bar da Praia da Mareta);
  •  Hotel Memmo: Lounge bar (à tarde/noite); Pool Bar (durante o dia).

Pontos a Picar |

  •  Porto da Baleeira;
  •  Fortaleza de Sagres;
  •  Cabo de São Vicente;
  •  Vila do Bispo (Igreja Matriz; Café Correia; Miradouro da Cordoama);
  •  Aldeias da Pedralva, Vilarinha e Carrapateira;

This slideshow requires JavaScript.

| CONTACTOS |

Cercas Velhas: Tel. +351 919 750 663; Site; Instagram

Nook Hostel: Site, Instagram

Memmo Baleeira: Tel. 282 624 212; Site

Martinhal Family Hotel: Site; Tel. +351 218 507 788

Avaliação

Impacto Emocional

12345

Impacto Cultural

12345

Dimensão Familiar

12345

Paisagens do Caraças

12345

Comer de Chorar por Mais

12345

E Isto Custa

12345

Mínimo Noites:

12345

Nome do Local: Sagres

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.