” (…) Pessoas de faixas etárias diferentes, a vestirem a mesma camisola,(…) a reclamarem o verde sobre o verde.”

 

 

 

Fomos daqui para Vila Pouca de Aguiar, 443 kms de estrada, 4 horas de conversa.  As duas num namoro só.

Tínhamos dois propósitos, ambos deliciosamente bons: O primeiro era participar numa acção de reflorestação e a outra era pernoitar no parque termal das Pedras Salgadas, conhecido também pelas famosas casas da árvore.

 

 

A Camila estava meio trombuda, queria mesmo era enfiar-se no Spa de água quente, o sol brilhava alto, a fome também.

Era muita gente do bem, reunida à volta da mesma acção… tantas pessoas de faixas etárias diferentes, a vestirem a mesma camisola, de cajado e ancinho na mão, a reclamarem o verde sobre o verde. Ouvi as explicações, não nos podemos atirar à terra só com a vontade, é preciso saber onde e o que deve ser plantado. Houve direito a uma explicação carinhosa de forma abreviada, a um saquinho de merenda, a água das Pedras e as pausas para sombra. Ninguém passa fome a escavar ao sol e ninguém se incomoda verdadeiramente com isso, porque é tão amplificador, sentirmos-nos parte de uma coisa maior, que a humildade cresce, num mano a mano, com as gotas de suor. A primeira acção já foi, e com vaidade, fizemos parte dela. Mas não será a única.

 

 

Já se podem inscrever na próxima ação de voluntariado que será de Controlo de Invasoras na Mata da Machada (no Barreiro), no dia 28 de julho, das 10h00 às 13h00. E mais, o projecto Dar de Volta, da marca Água das Pedras, está tão aberto a receber ideias, como a terra a receber rebentos. Para quem quiser é só ir ao link do projecto e submeter “sementes”. Os melhores projectos são esses, os que continuam receptivos, sedentos, atentos e dispostos a acarinhar as intenções do bem. Bora lá dar de volta.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Sentimo-nos mais verdadeiros quando retribuímos à grande mãe.  A natureza tem aquela forma de amor sincero e é sempre a  altura certa para #dardevolta o que recebemos continuamente.

https://www.dardevolta.pt/dar-tempo-eventos/controlo-de-invasoras-na-mata-da-machada/

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *