| Onde é | Grândola (Debaixo das estrelas)
| O que é | Turismo Rural
| Preços | €125/noite com pequeno-almoço incluído.
| Contactos | terradosempre.grandola@gmail.com
| O que levar | Roupa de praia (no verão) e galochas (no inverno), repelente para mosquitos e máquina fotográfica

” (…) uma mão cheia de cantinhos que fazem querer ficar. “

 

Cada mudança ensinou-me uma coisa diferente, mas todas elas tiveram uma lição em comum: Que é realmente possível ajustar a vida aos nossos sonhos. Mesmo que às vezes, as mudanças processadas não sejam exactamente a cópia dos sonhos formulados.
Mudança não tem que ver com inquietude negativa. Se a traduz, fá-lo apenas no sentido mais puro, de quem sabe que os diferentes cenários nos transformam em diferentes personagens e que não há nada mais aborrecido que permanecer igual.

Sou uma fã assumida de mudanças. Tão fã que às vezes me vejo a refrear o ímpeto, não se vá dar o caso de mudar até o que está certo. Eu sei que dá muito trabalho, até mental, mudar de vida. É tão titânico o esforço que custa até pensar.  Mas quando damos por nós a suspirar pelos sonhos encaixotados há anos, é porque está na altura de mudar o cenário.

A Bárbara e o Pedro deixaram Lisboa para trás e mudaram-se para a Terra do Sempre. Talvez até não seja para sempre. Mas esteve sempre no sonho de ambos e isso bastou para que fizessem acontecer.

Um terreno implantado num vale rodeado de sobreiros e oliveiras, uma casa central desenhada pelos dois, o recheio que traduz histórias contadas em objectos, dois bungallows de madeira, uma piscina ladeada de oliveiras e uma mão cheia de cantinhos que fazem querer ficar.

É um Turismo rural, de e para famílias, não é aqui que vêm passar o fim de semana a dois.  Há sempre crianças a circular e filmes de desenhos animados projectados em tela nas noites quentes de Verão. Há uma “Quinta” cheia de animais a 2 kms de distância, podem ir a pé ou de bicicleta, e lá as crianças passam-se com os animais: Coelhos, porcos, patos, gansos, cães, gatos, ovelhas e burros.

Mas não é tipo zoo rural, dá para levantar a cerca e ir atrás da Gertrudes espalhar magia, entenda-se alimentar a “bicheza” em excitação. São os animais, as crianças e os pais, todos em delírio simultâneo e é uma manhã muito bem passada. Para manutenção da quinta, cobram 5€ por pessoa (é nossa sugestão humilde, que o valor esteja incluido no pacote da estadia, não há ATM e ninguém anda com numerário no bolso).

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Obrigatório por o Pé:

  • Almoçar um choco frito no Restaurante “Pôr do Sol” na praia do Carvalhal;
  • Passear pelos arrozais da Comporta;
  • Aproveitar a imensidão do campo e soltar as crianças;
  • Conversar com a Bárbara e com o Pedro no alpendre de copo de tinto na mão;
  • Provar as migas de coentros da Gertrudes;
  • Parar nas velharias do Sr. Júlio na entrada do Carvalhal

Avaliação

Impacto Emocional

12345

Impacto Cultural

12345

Dimensão Familiar

12345

Paisagens do Caraças

12345

Comer de Chorar por Mais

12345

E Isto Custa

12345

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *