| Onde é | São Tomé e Princípe
| Quanto é | 1800€ /pessoa (em média com voo incluído)
| Quando ir | Entre junho e setembro | Janeiro e Fevereiro (tipo Agora)

Este texto é apenas uma abreviação doce da minha experiência como viajante. E do meu doce regresso com as minhas filhas. E o que é que posso dizer que não vem na net? Posso dizer sem pretensão maior, que fui arrebatada pela ilha na primeira ida. E posso ainda acrescentar, que cada vinda deixa uma saudade grande.

Tenho a certeza que estas palavras organizadas são escassas, para tudo o que há a dizer, sobre este pequeno Paraíso. São apenas as minhas. O que é que eu posso dizer que acresça ao que aquilo é? Que vão até São Tomé e Príncipe de coração aberto, com alma de viajante e me tragam o Paraíso nas vossas palavras. Procurem na Net, pesquisem, desbravem, tracem rotas nos mapas, vejam as imagens, as paisagens, as historias das roças, dos projectos e das pessoas.

São Tomé não é para toda a gente. E não é com certeza, para os viajantes monocromáticos e acéticos das capitais europeias, nem para os aficcionados do frio intelectual das estepes do norte, nem para quem tem horror a baratas (e eu tenho muito!).

E  muito menos, para ser sorvido, por quem tem medo de pessoas, na sua generalidade. O que aqui se encontra, acima da paisagem intacta, é a autenticidade das pessoas, acima da nobreza secular das roças, os sorrisos atravessados das crianças, acima da biodiversidade saturada de verde, a entrega, a simpatia, as pessoas. E se ao humano somarmos esse oxigênio verde que nos amplifica a alma, podem facilmente imaginar, que não é fantasioso, o epíteto de Paraíso. E se toda a ilha impressiona pelo revestimento a verde, pelos sons dos pássaros, mesmo a cidade Capital, descontando a poeira e o movimento é uma cidade impressionante. É um País que acolhe famílias e casais, viajantes solitários e corações cheios.

E lembrem-se: Viajar é viver a dobrar.

 

“(…) quero que vejam que existe um mundo muito maior do que o delas, onde as crianças reinventam todos os dias (…)”

 

Queria muito que elas respirassem uma lição de vida, que na encruzilhada burguesa em que vivo é quase impossível de aprender. Além da possibilidade de andarem 24 horas sobre 24 horas de pé descalço, dançarem numa carrinha de caixa aberta a respirar selva e brincarem rodeadas de crianças de sorriso aberto, queria que percebessem no contraste da pele, o contraste da vida.

Viajar é uma atitude, podemos palminhar o mundo inteiro mas se não trouxermos nada de mundo connosco as experiências só ficam estampadas no passaporte, quando é na alma que devem vingar.
Não preciso de frases feitas para saber que é difícil aprender a amar as coisas simples. Não se passa do deslumbramento do linear do “Toys R Us” para o carrinho de esferas só porque andámos descalços no Equador. No fundo, só quero que vejam que existe um mundo muito maior do que o delas, onde as crianças reinventam todos os dias os seus brinquedos, onde duas pedras fazem traves de baliza, os pés não tem o amparo dos pitões, mas os golos tem o mesmo sabor das vitórias que se ganham por aqui.

E assim foi. Correram descalças nas roças de São Tomé rodeadas de crianças, partilham cocos partidos e gargalhadas de cabeça para trás. Desbravam o mato com catanas à procura de bichos pequeninos e regressam ao quarto cansadas, com pena de não viverem na floresta densa. Tenho a certeza que quando voltaram a pôr os sapatos já calçavam outro número.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

| 10 Mandamentos para viajar com crianças |

1º | As crianças crescem na proporção das experiências que lhes são proporcionadas.
2º | As crianças adaptam-se a tudo com maior facilidade que os adultos.
3º | As crianças descomplicam a visão das coisas, aproveite-se disso.
4º | Existem crianças e farmácias em quase todos os países.
5º | Não se preocupe demasiado com o cumprimento de horários. Não há nada mais saudável que a quebra das rotinas.
6º | Uma viagem é um livro aberto de aventuras, deixe-as interagir com as pessoas, saborear as comidas e descobrir as paisagens.
7º | Os parques temáticos fazem parte do imaginário de qualquer criança. Mas lembre-se que o mundo tem mais a oferecer.
8º | Leve-os a programas de adultos deixe-os crescer em tamanho e visão, dê-lhes mundo.
9º | Um resort é um ambiente protegido. Use mas não abuse de destinos controlados. A vida não se faz dentro de uma redoma.
10º | 10 horas de avião, 6 de carro mais 3 de autocarro são o maior lição para o “Já chegamos?” dos 15 minutos.


Obrigatório por o Pé:

  • Visitar as roças e deixar que as crianças façam de guia
  • Comer uma santola em Neves
  • Fazer um passeio de piroga a comer amendoins torrados e a beber cerveja gelada, as crianças adoram ajudar a remar e a paisagem é de cair para o lado
  • Levar cordas para saltar com as crianças e colunas portáteis com kizomba para dançar em qualquer lugar
  • Acender uma fogueira na praia e comer peixe grelhado com a população local
  • Levar mochilas e material escolar para distribuir nas escolas das roças menos acessíveis (organizar a recolha nas turmas dos vossos filhos)
  • Recolher pastas, escovas de dente e material de higiene oral e contribuir para a ONGD Mundo a Sorrir: saotome@mundoasorrir.org
  • Pedir às crianças das turmas dos vossos filhos que escolham um conjunto de roupa que adoram e dá-lo a quem não tem.


Dicas completas: 
http://isabelsaldanha.com/dicas-sao-tome-e-principe/

Avaliação

Impacto Emocional

12345

Impacto Cultural

12345

Dimensão Familiar

12345

Paisagens do Caraças

12345

Comer de Chorar por Mais

12345

E Isto Custa

12345

 

10 comments

  • Após i originalmente comentou eu parecem ter clicado o – notificar-me quando novos comentários forem adicionados-checkbox e de agora em diante cada
    vez um comentário é adicionado Receber 4 e-mails com o exato mesmo comentário.
    Tem que haver forma você é capaz de me remover esse serviço?
    Kudos!

  • Alguma vez pensado criando um livro ou convidado de autoria
    de outro blogs? Eu tenho um blog baseado na mesma informações você discutir e teria como realmente tê-lo a compartilhar algumas
    histórias/informações. Eu sei meu audiência seria desfrutar
    seu trabalho. Se és nem remotamente interessado, sinta-se livre para atirar me um
    email.

  • Ei! Você sabe se eles fazem qualquer plugins para auxiliar com Search Engine Optimization?
    Estou tentando meu blog para classificar para algumas palavras-chave específicas,
    mas não estou vendo muito bom ganhos. Se você souber de
    qualquer parte por favor. Apreciá-lo!

  • Eu sou realmente amorosa o tema/design do seu weblog.
    Você já executa em qualquer navegador web compatibilidade problemas?
    A número de meu blog leitores queixaram-se sobre meu local não operacional corretamente em Explorer mas olha grande em Cromado.
    Tem algum ideias para ajudar a corrigir isso questão?

  • É muito fácil para descobrir qualquer tópico em líquido comparado a livros didáticos, como eu encontrei este n. isto local.

  • Hi. I see that you don’t update your page too often. I know that writing posts is
    boring and time consuming. But did you know that there is a tool that allows you to create new posts using existing content (from article
    directories or other websites from your niche)? And it does
    it very well. The new posts are high quality and pass the copyscape test.

    Search in google and try: miftolo’s tools

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *