O Luis é meu vizinho. Mas eu não conhecia o Luis até sermos convidados para embaixadores do Passatempo HUAWEI – Portugal sem Tripé.

     Do Luis conhecia apenas a fotografia. Não havia foto onde não “botasse” like. É um mestre da imagem. Eu sei, que ele não gosta destes meus exageros elogiosos, mas não posso mentir. O estilo do Luis é inconfundível, e se a isso somarmos um ser humano simpático, divertido, generosos e disponível: Porra! É mais que talento, é pessoa inteira!

Foi o Luis que me emprestou a mochila com que fui para a Polónia, para a minha primeira aventura de trekking e voltei a leva-la na minha última aventura pela Índia e pelo Nepal.Quando me emprestou, colocou lá dentro um mimo, uma garrafa de tinto. São estes pequenos episódios, pormenores de mimo e atenção, que definem as nossas relações com as pessoas. Quando te devolver a mochila tens lá dentro uma barrica.

É para mim, um verdadeiro prazer, que ele seja o primeiro convidado a Gangster. Com vocês, Exmos. Senhores e Senhoras: Luis Mileu.

 

 

 

 

 

 

 

1. QUEM É O TEU GANG?

Não tenho propriamente um gang, tenho vários gangs. Mas se há grupo que mais se aproxima disso são os meus amigos de infância. Somos todos da Margem Sul, do Feijó, gostamos de ir à Terrugem (Alentejo) comer comida de chão. O que nos une são as coisas vividas e é claro, o Benfica!

 

2. ÉS MAIS PÉ DESCALCOU OU PÉ CALÇADO?

Sou ambos. Eu gosto de experiências que sejam enriquecedoras, acima de tudo. Acabem elas com champagne ou com água da fonte mais próxima. E nunca meço distâncias para viver coisas boas.

 

3. PREOCUPA-TE O CONCEITO “DEIXAR PEGADA”?

Nunca fui muito obcecado com esse tema. Penso mais nisso, desde que fui pai há 10 anos. Quero ser uma inspiração para os meus filhos, como o meu pai, que já morreu, foi para mim! Gostava mesmo que se lembrassem de mim como uma “coisa fixe”.

 

4. ONDE SONHAS METER O PÉ?

“Na merda”. (com riso).
Quando digo “merda” é no sentido, em que me preocupa colocar os pés fora da zona de conforto, sentir coisas novas, terreno por desbravar. Quem não põe o pé de fora, não cresce. Quem não cresce não alarga.

 

5. O QUE É QUE TE FAZ SALTAR A PÉS JUNTOS?

Tudo o que envolva Paixão, eu vou a pés juntos. Nunca me arrependi desses impulsos, foram as melhores coisas da minha vida. Puro apetite de vida.

 

6.SE TIVESSES QUE FORMAR UM GANG, DE QUE MATÉRIA ERA FEITO?

Curiosidade.

 

7. O QUE É QUE TE MEXE COM A ALMA?

A intolerância em geral. Também me aflige o “queixume”, a permanente insatisfação com tudo. E depois há uma característica que é muito portuguesa que é a “demolição”. Poucas vezes se reconhece o valor intrínseco da pessoa que conquista, tentam sempre justificar com sorte, herança ou malandragem.

 

8. O QUE É QUE TE FAZ TREMER DOS PÉS À CABEÇA?

A saúde dos meus filhos.

 

9. QUAL É A MELHOR COISA QUE TE PODEM DAR?

Tempo.

(E SE TIVESSES MAIS TEMPO, O QUE FARIAS?)

Mais coisas! (risos)

 

10. VÊS TE MAIS COMO DESIGNER OU COMO FOTÓGRAFO?

Vejo-me mais como criador. Faço fotografia, faço design e faço filhos.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

BIO:

Luís Mileu nasceu em Estremoz e estudou design de comunicação no IADE – Instituto de Arte e Design, altura em que começou a debruçar-se mais sobre a fotografia.

Desde então trabalhou nalgumas das mais relevantes agências de design portuguesas, onde desenvolveu projetos multidisciplinares para marcas nacionais e internacionais. O seu trabalho foi distinguido em vários festivais de criatividade, do Clube de Criativos aos Red Dot Awards.

No início dos anos 00 começou a documentar as personagens das ruas de Lisboa, trabalho que estendeu às ruas de Havana, Tóquio e Nova Iorque, entre outras paragens. A maior parte do seu trabalho fotográfico capta viagens emocionais nos olhares, gestos e sombras das pessoas com quem se cruza.

Em 2016 desenvolveu Americans 45, um projeto pela estrada fora que colecionou retratos de cidadãos norte-americanos nas vésperas da eleição histórica que elegeu o 45º presidente dos Estados Unidos.

Está neste momento a desenvolver o projeto Futuros Presidentes de Moçambique para a ONG Helpo.
Projeto que vai ser exposto na Assembleia da República Portuguesa em Abril de 2018.

Já expôs a sua fotografia nas duas margens do Tejo, em Nova Iorque e Berlim.
Luis tem o seu próprio estúdio, em Lisboa.

www.luismileu.net
https://www.instagram.com/mileu/

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *